A Amazon tem um novo assistente de IA chamado Rufus, com a missão de ajudar os clientes durante as compras na plataforma de retalho. Segundo a empresa, o Rufus é um assistente de compras treinado no catálogo de produtos da Amazon e informação na internet para ajudar os clientes a responder a questões sobre as suas necessidades de produtos. Este pode fazer comparações, fazer recomendações baseados em contexto e ajudar a descobrir produtos na plataforma.

Para já, o Rufus apenas vai estar disponível em formato beta para um grupo limitado de clientes da Amazon, através da aplicação para smartphones. Nas próximas semanas ficará disponível a todos os clientes dos Estados Unidos. Para aceder ao assistente, os utilizadores apenas precisam de escrever na caixa de pesquisa o que procuram.

Veja na galeria imagens do assistente Rufus:

A gigante do retalho diz que já utiliza sistemas de IA há mais de 25 anos para melhorar a experiência dos clientes, desde as recomendações personalizadas, as entregas com drones, as capacidades de conversação da Alexa ou os sistemas de pagamento livres das lojas Amazon Go. A empresa espera que a IA generativa possa agora mudar virtualmente todas as experiências de cliente que conhecemos até agora.

A tecnológica já tinha revelado em 2023 que tinha todas as suas equipas a trabalhar em sistemas de IA generativa com o objetivo de tornar a experiência de compras mais fácil e conveniente para os seus clientes. O objetivo era ter uma maior eficiência dos custos e a simplificação dos processos nas suas operações. A IA seria o “coração” de todas as experiências de apoio ao cliente, sejam nas lojas, no negócio de AWS e dos anúncios.

Um dos destaques apontados pela Amazon no seu blog é a capacidade de a IA generativa destacar centenas ou mesmo milhares de análises aos seus produtos para ajudar os clientes a escolher. Na altura de escolher roupas, a IA pode ajudar, de forma personalizada, a conduzir os clientes pelo tamanho que melhor lhes fica. Da mesma forma que a IA generativa pode criar listas de produtos com mais informação para os utilizadores, ajudando ao mesmo tempo os parceiros de vendas a escrever títulos e descrições de produtos mais detalhados e interessantes.

Veja na vídeo os exemplos de uso do Rufus:

Para treinar o Rufus, a Amazon diz que utilizou o seu extenso catálogo de produtos, assim como as análises dos clientes, documentos baseados em perguntas e respostas da comunidade, assim como informação disponível na internet, de forma a melhorar as dúvidas dos utilizadores. Dando um exemplo de um produto, quando o cliente procura uns ténis para correr, o normal é surgirem comparações entre modelos para estrada ou para caminhos, se estes são duráveis. É aqui que entra o Rufus, que vai “farejar” a internet à procura da melhor infirmação personalizada.

O assistente de IA Rufus foi inspirado no primeiro cão de um empregado da Amazon, um corgi que fazia as delícias dos funcionários do armazém inicial da empresa em 1996. O cão seria inspirador para a cultura futura da tecnológica e na abertura das portas às mascotes no seu campus.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.