Alguns dos jogadores que participam no Mundial de Futebol estão proibidos de utilizar as redes sociais para comunicar com os adeptos durante a competição internacional, que tem início hoje.

Inglaterra, Holanda e México são algumas das selecções que não autorizaram o uso deste tipo de ferramentas, mas a restrição não está a ser aplicada entre os jogadores portugueses, avança a TSF.

A mesma fonte adianta que o seleccionador nacional "não sentiu necessidade de falar sobre este aspecto", pois, "apesar de haver atletas portugueses que têm páginas na Internet, estes não as usam para fazer comentários a jogos, decisões controversas ou para alimentar polémicas, como noutros países".

A decisão fica ao critério das selecções, uma vez que a FIFA, à excepção de algumas ressalvas a respeito da utilização de logótipos ou marcas comerciais da organização, não impõe restrições aos comentários publicados pelos jogadores.

Ao contrário dos portugueses, a equipa espanhola optou por não utilizar a Internet para fazer quaisquer comentários, para evitar as distracções.

Já os jogadores ingleses estão proibidos de escrever no Twitter ou para a imprensa, estando apenas autorizados a veicular informação através do site oficial da federação.

Por sua vez, o seleccionador mexicano proibiu os seus atletas de usar tanto o Twitter como o Facebook, pelo menos até ao jogo de estreia que acontece hoje.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.