O projeto Sitestar.pt está de regresso com os objetivos habituais: incentivar jovens estudantes a criarem sites com conteúdos em português, mas traz novidades.

O Sitestar.pt pretende promover o desenvolvimento de competências digitais incentivando os jovens a criarem sites com conteúdos nas suas áreas de interesse para uma cidadania mais ativa e mais inclusiva.

Naquela que é a 11ª edição da iniciativa promovida pela DECO em parceria com o .PT voltam a procurar-se ideias para sites entre os jovens estudantes dos 12 aos 18 anos, com novidades no que diz respeito às categorias a concurso.

Os interessados devem organizar-se em equipas de acordo com o escalão a que pertencem: Escalão 1, entre os 12 e os 14 anos a frequentar o 7º, 8º ou o 9º ano letivos; ou Escalão 2, entre os 15 e os 18 anos a frequentar o ensino secundário regular, profissional e de aprendizagem.

As equipas depois têm até 15 de dezembro próximo para pedir a um professor que inscreva a sua proposta numa das duas categorias a concurso.

“Escola mais digital” é o tema da Categoria 1, abrangendo a criação de sites de projetos educativos das escolas, sobre áreas de conhecimento ou de cidadania e atividades específicas na escola frequentada. “Com talento faz a diferença” é o mote da Categoria 2, que contempla a criação de sites nas mais diversas atividades, como sejam, de expressão artística e desportivas e que pretendem promover e iniciativas de voluntariado e inclusão social, partindo sempre da escola que frequentam.

Veja o vídeo

No ano letivo 2023/24, o desafio Sitestar.pt está aberto às escolas públicas e privadas de Portugal Continental e Regiões Autónomas, bem como a organizações ou entidades que desenvolvem projetos em contexto de educação informal, desde que aderentes à rede DECOJovem. Incluem-se ainda escolas portuguesas no estrangeiro:  Angola, Guiné-Bissau, Moçambique, S. Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Macau e Timor-Leste.

As propostas de sites validadas vão receber as ferramentas necessárias para a construção do site e respetivo domínio para o site em .pt , assim como caixas de correio eletrónico.

Selecionados por um júri, os melhores sites ganham prémios por escalão/categoria. Os professores que inscreverem e apoiaram as equipas premiadas também têm direito a um prémio.

São parceiros deste projeto a Direção Geral de Educação, a Direção Geral do Consumidor, o IGAC - Inspeção Geral das Atividades Culturais, o INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial, o PNL 2027- Plano Nacional de Leitura 2027 e a RBE – Rede de Bibliotecas Escolares, a ANPRI - Associação Nacional de Professores de Informática e o Centro Internet Segura.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.