Os investigadores da Meta desenvolveram uma nova ferramenta de Inteligência Artificial que se propõe a ajudar a Wikipédia a encontrar informação mais exata. A Sphere servirá para analisar automaticamente os artigos da enciclopédia online e identificar se as referências utilizadas suportam, ou não, o que está a ser dito.

Como explicam os especialistas, por vezes, ao navegar em busca de informação na Wikipédia, surgem dúvidas relativamente à sua exatidão. Uma vez que a enciclopédia online é crowdsourced, os seus voluntários precisam de reunir esforços para verificar se os factos presentes nos artigos podem ser comprovados.

A tarefa torna-se ainda mais complicada quando consideramos que a Wikipédia recebe cerca de 17.000 novos artigos todos os meses. É certo que já existem ferramentas que ajudam os voluntários, no entanto, verificar se as fontes apresentadas corroboram as declarações feitas requer um sistema de IA dotado de uma maior capacidade de análise.

A Sphere afirma-se como o “primeiro modelo [de IA] capaz de analisar automaticamente centenas de referências de uma só vez para verificar se suportam verdadeiramente as declarações correspondentes”, detalha a equipa da Meta. Como base para a construção desta ferramenta Open Source os especialistas utilizaram um dataset com 134 milhões de páginas web públicas.

Veja o vídeo 

Depois do processo de análise, a Sphere realça as referências que sejam mais questionáveis. No caso daquelas que pareçam irrelevantes para os artigos em questão, o modelo sugere fontes mais adequadas.

“O nosso objetivo é construir uma plataforma para ajudar os editores da Wikipédia a encontrarem problemas nas referências, resolvendo-os rapidamente e corrigindo o conteúdo dos artigos correspondentes em larga escala”, afirmam os investigadores da Meta.

A empresa de Mark Zuckerberg afirma que ensinar os sistemas a compreender a diferença entre textos poderá também ajudar a comunidade científica a fazer progresso tendo em vista tecnologias de IA mais inteligentes que conseguem raciocinar sobre conhecimento real com mais complexidade.

Nova tecnologia da Meta pode traduzir 200 idiomas automaticamente no Facebook e Instagram
Nova tecnologia da Meta pode traduzir 200 idiomas automaticamente no Facebook e Instagram
Ver artigo

Note-se que, para já, o projeto ainda está numa fase de investigação e ainda não está a ser aplicado na Wikipédia para fazer alterações ao conteúdo. A Meta pretende continuar a refinar os seus modelos de IA e, no futuro, espera que sejam capazes de compreender múltiplas línguas, processar diferentes tipos de conteúdo, incluindo vídeo, imagens e tabelas com dados.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.