Pesquisar algo tornou-se hoje em dia uma tarefa bem mais fácil do que há alguns anos atrás. Tomando como exemplo a profissão de jornalista, há uns anos reunir matéria para escrever um artigo de fundo sobre determinado tema implicava algumas horas de consulta ao arquivo da redacção e muita pesquisa nos recortes de jornal que se iam guardando. Tudo complementado com alguns contactos telefónicos que permitissem "absorver a memória" de quem tivesse acompanhado determinado assunto, ou área.



Hoje tudo mudou e em poucos minutos é possível chegar aos links que se guardaram para sermos conduzidos a uma notícia ou fazer uma pesquisa e recolher rapidamente informação sobre o tema.



O Google é para muitos a resposta internacional mais imediata para realizar uma pesquisa, como o SAPO será a resposta nacional e a Wikia a mais falada nas últimas semanas pela novidade. Mas a verdade é que há cada vez mais alternativas. Muitas vezes as diferenças são mais de imagem e organização de resultados, mas outras vezes também se notam nos resultados das pesquisas.



Se gosta de experimentar alternativas, uma das sugestões que deixamos hoje é o Mahalo. O serviço promete só apresentar resultados credíveis e livres de spam, graças ao trabalho humano que dá suporte ao projecto. O Mahalo distingue-se das restantes ofertas que aqui lhe trazemos porque funciona numa lógica de directório e apresenta resultados por categorias, mas pode ser uma alternativa interessante para encontrar sites que muitas vezes não surgem nos principais motores de busca.



http://imgs.sapo.pt/gfx/443995.gif

Outra opção disponível neste universo online de múltiplas ofertas é o Ask.com. Um pouco à semelhança do que se pode ler na informação disponibilizada por qualquer serviço de pesquisa com tecnologia própria, os resultados são organizados não em função da variedade mas da qualidade. Além desta promessa que todos querem cumprir, é possível afinar a pesquisa de determinado tema, ou alargá-la a um leque mais abrangente de resultados. É também possível pesquisar imagens, notícias, vídeos, ou cidades definindo à partida a área de pesquisa. Também não é único, muito pelo contrário, mas é útil.


Há ainda um vasto leque de serviços que sem tecnologia própria combinam o melhor de vários mundos e apresentam uma oferta que recorre à tecnologia dos principais motores de pesquisa, como é o caso do Dogpile, do Webcrawler e de muitos outros.



http://imgs.sapo.pt/gfx/443996.gif

Numa perspectiva mais lusófona recordamos que também existe um motor de pesquisa nacional, nascido de um projecto universitário, que pode consultar nas suas pesquisas, o Tumba. No mesmo berço nasceu o projecto Padoca.org que pode ser uma boa alternativa se a pesquisa for sobre conteúdos relacionados com Angola, locais ou criados por estrangeiros (nomeadamente portugueses que viveram no país), mas que o seu foco seja a realidade do país africano. Pode encontrar no Padoca o caminho para alguns blogs cheios de imagens da saudade de outros tempos.



http://imgs.sapo.pt/gfx/443997.gif

As crianças também têm o seu espaço no mundo das pesquisas online com um número crescente de ofertas a surgirem. Deixamos como sugestão o Kids Click. Aqui a pesquisa é por categorias e as cores e imagem têm lugar de destaque. Embora esteja em inglês pode ser uma boa ajuda para encontrar imagens, tantas vezes necessárias nos trabalhos escolares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.