As tecnológicas reagem assim às recentes notícias de que a FCC vai mudar as regras da neutralidade da rede, por ordem dos tribunais.

Na carta, as empresas recordam que nos últimos 20 anos foram criadas nos Estados Unidos um sem número de aplicações, ferramentas e serviços baseados na Internet que se utilizam em todo o mundo. Num processo de criação assente numa Internet "sem discriminações".

As empresas sublinham que o compromisso e as ações empreendidas pela entidade reguladora das comunicações norte-americanas para assegurar uma Internet livre e aberta "são a principal razão pela qual a Internet continua a ser um motor de iniciativa empresarial e do crescimento económico".

Na opinião das tecnológicas, se os relatos da imprensa forem verdadeiros, está em causa "uma grave ameaça à Internet", alertam.

A FCC deve adotar as medidas necessárias para garantir que a Internet continue a ser uma plataforma aberta para a liberdade de expressão e comércio, com o objetivo de que os Estados Unidos continuem a liderar o mercado mundial da tecnologia", apelam.

Entre o grupo de 152 empresas que assinam a carta dirigida à FCC estão organizações de diferentes dimensões, nomeadamente Microsoft, Dropbox, Linkedin, Kickstarter, iFixit, além das outras já mencionadas.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Nota de redação: Corrigida uma gralha.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.