Já é conhecida a decisão do tribunal no terceiro caso pendente contra Albert Gonzalez, o norte-americano considerado responsável pelo maior caso de fraude com cartões multibanco da história dos EUA.

O juiz condenou "soupnazi" a 20 anos de cadeia, numa pena aplicada em concurso com a aplicada na sentença que pôs fim aos outros dois processos (onde também foi condenado em 20 anos de prisão), o que significa que o informático apenas terá de cumprir uma das penas, ao invés da soma de ambas.

O magistrado justificou a decisão com a consideração de que esta seria suficiente para dissuadir outros indivíduos dotados de um talento especial para as tecnologias de seguirem o exemplo de Gonzalez.

"Tens pouco mais de 20 anos, estarás a meio dos 40 quando saíres. É uma perda tremenda", afirmou o juiz, citado pela Associated Press.

Para além da pena de prisão, o hacker de Miami terá de pagar uma multa de 25 mil dólares (18.560 euros) e, quando libertado, ficará sujeito a um período de liberdade condicional de três anos. Em Junho o tribunal vai ainda pronunciar-se sobre o valor que o arguido terá de pagar a título de indemnização.

Gonzalez, que já tinha admitido a culpa em ocasiões anteriores, mostrou-se consciente das implicações dos seus actos, afirmando que houvera prejudicado "milhões de pessoas nos EUA". "Sou culpado dos crimes e assumo total responsabilidade pelos meus actos", acrescentou o informático de 28 anos, quando pediu clemência.

A decisão emitida sexta-feira, 26 de Março, vem pôr cobro a um processo envolvendo o roubo de dados de cartões multibanco dos sistemas informáticos da cadeia de supermercados Hannaford Bros., da cadeia de lojas de conveniência 7-Eleven e da Heartland Payment Systems, um serviço de pagamentos electrónicos. Segundo a acusação, foram roubados dados de milhões de cartões, com prejuízos na ordem dos 200 milhões de dólares (cerca de 149 milhões de euros).

No dia anterior, o tribunal de Boston tinha-se pronunciado sobre outros dois processos intentados contra Gonzalez, que envolviam alguns dos principais retalhistas dos EUA, onde se incluíam, por exemplo, a Barnes & Noble, TJX Cos., BJ's Wholesale Club, OfficeMax ou a cadeia de restaurantes Dave & Buster's.

De acordo com as últimas informações disponíveis, os outros dois arguidos no processo, e cúmplices de Gonzalez, continuam em fuga.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.