As ligações de banda larga na Europa continuam a crescer em velocidade e em número de utilizadores. Os últimos dados revelados pela Comissão Europeia, referentes a Julho de 2010, mostram que 29% das linhas de banda larga na UE tinham um débito igual ou superior a 10 megabits por segundo, numa subida significativa face aos 15% registados no ano anterior.

A taxa de penetração de ligações de banda larga aproxima-se agora das 26 assinaturas por 100 cidadãos e a banda larga móvel continua a registar um crescimento acelerado, registando-se a existência de 6 dispositivos de ligação específicos (pens USB ou dongles) por cada 100 cidadãos.

Apesar do aumento dos números as taxas estão ainda longe das metas definidas pela Comissão Europeia, que queria ter até 2013 todos os cidadãos ligados em banda larga, acelerando para tecnologias de maior débito (como a fibra e o LTE) até 2020. Nesta data a CE quer ter ligações mínimas de 30 Mbps para todos os cidadãos e a adesão de metade dos agregados familiares a contratos de banda larga com débitos superiores a 100 Mbps.

Neelie Kroes, vice-presidente da Comissão e responsável pela Agenda Digital, admitiu que a Europa tem de se esforçar mais para alcançar metas definidas e lembrou que é necessário um acordo urgente pata a disponibilidade de espectro radioeléctrico para a banda larga móvel, cuja procura está a crescer muito rapidamente.

Numa análise mais detalhada aos números é fácil perceber que apenas 5% dos acessos Internet tem uma velocidade igual ou superior a 30 Mbps e que só 0,5% acelera acima dos 100 Mbps.

Em Julho de 2010, perto de um terço das linhas de banda larga da UE apresentava débitos superiores a 10 Mbps (15% em Julho de 2009). Em geral, uma maior capacidade de transmissão proporciona aos clientes uma maior e melhor escolha de serviços, a preços mais baixos por megabit. 5% das linhas na UE oferecem um débito que é, em média, igual ou superior a 30 Mbps (só 0,5% oferecem um débito igual ou superior a 100 Mbps).

As ligações a 2 Mbps ainda dominam no panorama europeu, sendo a velocidade usada em cerca de 60% das ligações, e ainda há mais de 10% das linhas com velocidades abaixo de 2 Mbps.

[caption]quadro CE[/caption]

Em Julho de 2010 havia cerca de 128 milhões de linhas fixas de banda larga na UE, das quais 9 milhões foram instaladas a partir de Julho de 2009.

A Holanda e a Dinamarca continuam a liderar a tabela de países com mais ligações de banda larga a nível mundial, com cerca de 80% dos agregados familiares a gozarem de maior velocidade, e nove países da União Europeia estão à frente dos valores registados nos Estados Unidos.

Em termos de tecnologia de ligação o DSL continua a ser o mais usado na Europa, com 100 milhões de linhas, mas as ligações de cabo Docsis e a fibra até casa (FTTH) estão a ganhar quota, embora esta última seja responsável ainda por apenas 1,7% das ligações na Europa.

Já as ligações de banda larga móvel continuam a crescer de forma acelerada, estando Portugal nos países da frente em percentagem de acesso. A actual taxa de penetração da banda larga móvel na Europa é de 6%, mas países como a Finlândia (21,5%), Áustria (16,7%) e Portugal (12,1%), ultrapassam largamente estes valores.

[caption]quadro portugal[/caption]
Portugal está também bastante acima da média europeia nas ligações fixas com velocidades acima dos 10 Mbps, que são mais de metade das ligações fixas. Pelo quadro apresentado pela Comissão Europeia as ligações acima desta velocidade não têm praticamente expressão.

Recorde-se que ainda na semana passada a Anacom revelou as suas estatísticas para as Redes de Nova Geração, com ligações de Banda Larga de maior velocidade, referentes ao mercado nacional, que usam dados até final de Setembro.

O regulador do mercado português indica que existiam 1,4 milhões de alojamentos cablados com infra-estruturas de fibra óptica e 3,4 milhões de alojamentos preparados para receber serviços de nova geração através da tecnologia EuroDOCSIS 3.0. No entanto apenas se registavam 225 mil assinaturas destes serviços até final do terceiro trimestre de 2010.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.