É mais um capítulo na saga dos problemas que a Google tem para resolver. A gigante da Internet está agora a braços com um processo movido pela Oracle por violação de patentes, enquanto na Alemanha está a ser preparada uma lei para impor restrições ao Street View.

A Oracle diz que o Android viola as patentes e direitos relacionados com a tecnologia Java. A empresa defende que no desenvolvimento do sistema operativo móvel a Google terá infringido "repetidamente" a propriedade intelectual da Oracle, que agora quer ser recompensada pelas infracções.

Já a Alemanha estará a preparar uma lei para proteger a privacidade dos cidadãos na Internet, que entre outros objectivos, servirá para proibir que o Google Street View mostre rostos e casas das cidades alemãs.

Os carros do serviço de mapeamento a 3D da Google regressaram recentemente às ruas para registar imagens, depois de o serviço ter estado suspenso devido à polémica relativa à recolha inadvertida de dados das redes WiFi.

Apesar de toda a polémica, o Street View vai circular pelas cidades alemãs, a par do que acontece noutros lugares do mundo, mas com regras um pouco mais restritas do que o habitual.

Segundo o anunciado esta semana, os cidadãos alemães dos 20 locais visados terão quatro semanas para informarem a Google - pela Internet ou por escrito - que não querem que as suas casas sejam mostradas pelo serviço.

A Google usa tecnologia para desfocagem automática das caras e matrículas dos carros, mas, disponibiliza online uma opção para reportar situações em que isso não aconteça, admitindo que o método pode "falhar ocasionalmente".

A possibilidade de "reclamar" a desfocagem das imagens antes que estas sejam publicadas online faz parte de um parte de um plano de 13 pontos acordado entre a Google e as autoridades alemãs, que prometem seguir de perto as deslocações dos veículos do Street View e intervir se for necessário.

Google e Alemanha entraram em conflito quando se soube que o serviço de mapeamento não andava apenas a fotografar as ruas, recolhendo ao mesmo tempo dados WiFi desprotegidos, ainda que a gigante das buscas tenha dito que tudo não passou de um erro.

Recorde-se que a empresa tem também questões pendentes em território português. Segundo a Comissão Nacional de Protecção de Dados, a Google anda não reuniu os requisitos impostos por si para a publicação online das fotografias e enquanto isso não acontecer, não poderá reiniciar a recolha de imagens em Portugal, ao contrário do que anunciou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.