Os dados inicialmente revelados pelo Monster.com quanto ao roubo dos dados dos utilizadores do serviço podem não corresponder aos valores reais. A empresa vem agora admitir que o número de vítimas do esquema de phishing pode ser bastante superior a 1,3 milhões e reconhece que o ataque não terá sido o primeiro do género, informação que apurou nas investigações agora levadas a cabo.



Apesar de não serem suficientes para efectuar qualquer tipo de transacção monetária – pelo menos tanto quanto se sabe até ao momento -, os inconvenientes resultantes do furto das informações já se começaram a fazer sentir.



Alguns dos clientes do Monster que tinham colocado o seu currículo online têm recebido mensagens de correio electrónico, de entidades supostamente interessadas na contratação de pessoal, onde lhes são pedidos os dados da conta bancária.



Outras mensagens de email pedem aos utilizadores para entrarem em páginas online a partir das quais é descarregado um software malicioso. Estes programas podem ser utilizados para roubar passwords e outros dados pessoais dos internautas.



Até ao momento, já foram canceladas 300 contas no serviço Monster.com na sequência dos ataques noticiados. A empresa, que quer investir entre 80 a 100 milhões de dólares na melhoria da tecnologia utilizada na página, já adiantou que destinará uma boa parte do dinheiro à segurança do serviço.




Notícias Relacionadas:

2007-08-17 - Programa malicioso rouba dados a 46 mil visitantes de sites de emprego

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.