O YouTube atualizou recentemente as suas políticas para os vídeos com conteúdos relacionados com armas de fogo. De acordo com as novas regras, serão proibidos vídeos que tenham a intenção de vender ou promover "armas de fogo ou certos acessórios por meio de vendas diretas ou de hiperligações para sites que vendem esses itens", noticia a Motherboard. Também vão ser banidos os tutoriais que ensinem a fabricar armas, munições e outros tipos de acessórios.

As novas diretivas do site já provocaram a suspensão da conta do canal de um produtor de armas da Flórida que recebeu a notificação de que o “YouTube não permite conteúdo que incentiva ou promove atos violentos ou perigosos que têm um risco inerente de dano físico sério ou morte".

tek youtube

As novas regras chegam como uma consequência dos frequentes tiroteios realizados em escolas e em outros locais públicos nos EUA, não sendo a primeira vez que a plataforma de vídeos da Google assume esta atitude.

Depois do massacre em Las Vegas, no dia 1 de outubro, o YouTube passou a proibir conteúdos que ensinassem os utilizadores a modificar as suas armas de forma a torná-las mais perigosas e eficazes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.