O relatório mensal da Symantec indica que a taxa de spam chegou aos 88 por cento de entre o total de correio electrónico em circulação durante o mês de Março. O país de origem da maioria das mensagens não solicitadas continua a ser os Estados Unidos, de onde são enviados um quarto de todos os emails indesejados.



De acordo com a informação recolhida pela empresa de segurança, os spammers estão a tirar partido de programas MTA (Mail Transfer Agent) de forma a forçar o envio de emails em quantidades massivas a nível global, até estes chegarem as caixas de correio electrónicas dos utilizadores finais.



Os utilizadores que se dedicam ao envio de spam nas regiões EMEA focaram-se em ataques para redes sociais, chegando a atingir mais de dois milhões de clientes da Symantec, explica a empresa em comunicado.



O relatório de Março refere ainda que ao longo de dois meses seguidos "os spammers chineses verificarem que o sexo vende, desta vez através de um serviço de sexo por telefone", publicitado na mensagem de email.



As categorias de spam mais observadas ao longo de Março foram as que se destinavam a promover produtos (22 por cento), seguido das mensagens focadas na Internet, nomeadamente para serviços online destinados a adultos (20 por cento), sector financeiro (15 por cento) e saúde (11 por cento).



Notícias Relacionadas:

2008-03-28 - Portugal em 5º lugar mundial na tabela de phishing

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.