A lista ainda não foi publicada, mas a Reuters já adianta alguns detalhes sobre as entradas e saídas mais relevantes. Uma das grandes novidades é a entrada da Amazon no top, garantindo pela primeira vez lugar neste ranking mundial.

A ascensão da empresa liderada por Jeff Bezos ao Top 100 deve-se às inovações introduzidas pela companhia de comércio eletrónico nos centros de dados e sistemas eletrónicas, justifica a Reuters.

A IBM, que ano após ano regista o maior número de patentes nos Estados Unidos, desta vez ficou fora do top que já liderou por quatro vezes. Aconteceu o mesmo a outros gigantes da tecnologia como a Xerox ou a Siemens.

A agência explica que além do número de patentes registadas anualmente, a sua análise tem em conta “o sucesso, globalização e impacto” das inovações criadas pelas marcas. As edições anteriores da lista das 100 empresas mais inovadoras podem ser consultadas aqui

 

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.