O mercado de aplicações móveis deverá crescer 77,7 por cento este ano, com o valor global das receitas das lojas da Apple, Google, Nokia e RIM a atingir os 3,8 mil milhões de dólares (2,55 mil milhões de euros). O crescimento mais impressionante é o estimado para o Android Market: 295,4 por cento.

As previsões são avançadas pela IHS iSuppli, que estima ainda que até 2014 o valor global do mercado poderá ascender aos 8,3 mil milhões de dólares (5,6 mil milhões de euros), consolidando a tendência de crescimento que se vem verificando no segmento.

A Apple destaca-se como a líder de vendas, com uma receita estimada de 2,91 mil milhões de dólares em 2011, "uns gigantescos três quartos de quota do mercado global" segundo as previsões da IHS iSuppli. A empresa prevê, no entanto, que a fabricante do iPhone veja a sua quota descer 60 por cento em 2014.

O fim da hegemonia da maçã é atribuído ao crescimento do Android Market, que já em 2011 deverá crescer 295,4 por cento e ser responsável por 425,36 milhões de dólares (cerca de 286,27 milhões de euros) das receitas.

De acordo com a empresa de estudos de mercado, o interesse dos consumidores pelas aplicações móveis tem aumentado constantemente, impulsionada pela disseminação de dispositivos como os smartphones e - e também pelo aumento da oferta disponível, como em Janeiro constatava a Distimo.

A tendência está patente na comparação dos números dos últimos anos. A receita combinada das lojas de aplicações, que se aproxima este ano dos 4 mil milhões de euros, era no final de 2010 de 2,1 mil milhões de dólares (1,41 mil milhões de euros). Um ano antes ficava-se pelos 830 milhões de dólares (558,77 milhões de euros).

[caption]fonte: IHS iSuppli[/caption]

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.