A Apple conseguiu proibir as vendas nos Estados Unidos daquele que é considerado o principal concorrente do iPad, o Galaxy Tab 10.1. A decisão é temporária e é provável que a Samsung recorra, mas não deixa de ser uma batalha ganha na vasta luta de patentes que as rivais têm travado um pouco por todo o mundo.

Em causa está uma providência cautelar intentada pela Apple no âmbito de um processo a decorrer num tribunal da Califórnia, que ontem decidiu dar seguimento ao pedido da fabricante do iPhone.

A decisão entra em vigor logo que a Apple deposite os 2,6 milhões de dólares que servem de garantia, funcionando como uma compensação a entregar à Samsung, caso se venha a provar que a providência era desnecessária, explica a Reuters, que avançava a notícia esta madrugada (final do dia nos Estados Unidos).

A mesma magistrada tinha anteriormente negado outros pedidos da Apple para proibir as vendas de vários tablets e smartphones da linha Galaxy, que a criadora do iPad e do iPhone acusa de copiarem "descaradamente" o design dos seus produtos. Mas desta feita tomou uma posição diferente.

"Apesar da Samsung ter direito a competir, não tem o direito de competir de forma injusta, inundando o mercado com produtos que violem [os direitos dos concorrentes]", entendeu a juíza encarregue do caso, citada pela agência noticiosa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.