O valor recorde é o segundo em pouco mais de uma semana, mas numa diferença de 50 mil milhões de dólares face aos 659 mil milhões registados anteriormente.

A confiança dos investidores relativamente às vendas da nova geração quer do iPhone quer do iPad tem impulsionado as ações da Apple desde Setembro, com os analistas a preverem que os números recorde não fiquem por aqui.

Acredita-se que a marca da maçã possa chegar aos mil milhões de dólares em breve, igualando a PetroChina, que atingiu esse valor em novembro de 2007, na bolsa de Xangai, ou até mesmo superando a petrolífera chinesa, tornando-se a empresa mais valiosa de sempre em todo o mundo.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.