A confirmar-se o negócio, os auscultadores da Beats concluem o "ciclo musical" da Apple, que começa na iTunes e terminaria então num dispositivo para ouvir os temas disponibilizados pelo serviço.

A aquisição envolveria não apenas os produtos da marca e licenças relacionadas, mas também o serviço Beats Music, lançado em janeiro deste ano nos Estados Unidos.

A Beats Electronics foi criada pelo rapper Dr. Dre (tendo inclusive uma linha com o nome do músico) e pelo conhecido produtor Jimmy Iovine. Compete com outras marcas como a Skullcandy, Sennheiser e Bose.

A compra sai um pouco da linha de aquisições da Apple, que não costuma investir tanto e prefere empresas mais pequenas e “discretas”. Esta seria a aquisição de maior valor até à data protagonizada pela marca da maçã.

Refira-se que a empresa em que a Apple está interessada recebeu em setembro um investimento de 500 milhões de dólares do Carlyle Group, que a valorizava em mais de mil milhões de dólares.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.