A BMW AG, a Audi AG e a Mercedes-Benz estão alegadamente a preparar uma oferta formal para adquirir uma quota maioritária na unidade de mapeamento da Nokia. Esta oferta será realizada em parceria com o grupo de tecnologia chinês Baidu Inc. que avalia os mapas Here em “consideravelmente mais de dois mil milhões de euros”, de acordo com os dados revelados pelo The Wall Street Journal.

Estas marcas alemãs de carros de luxo são normalmente ferozes rivais, mas para garantir o sucesso da aquisição e, consequentemente, o controlo do serviço, colocaram a concorrência de lado. Na corrida à divisão da Nokia estarão ainda algumas das principais tecnológicas de Silicon Valley como a Google, o Facebook e a Apple.

"A maior ameaça para a indústria automobilística seria se a Google desenvolvesse um sistema operativo para carros sem condutor e que o disponibilizasse gratuitamente para todos", disse uma fonte ao jornal. "Nós precisamos dos mapas para o sistema operativo dos carros".

De acordo com as informações apuradas as conversações já atingiram um nível avançado e é provável que o seu resultado seja conhecido nas próximas duas semanas. Os detalhes específicos, como preço e distribuição de quota, ainda estão a ser discutidos.

A finlandesa Nokia, que no mês passado levantou a possibilidade de vender os mapas Here, declarou durante a sua reunião anual de acionistas que ainda poderia decidir não vender o serviço.

Nota de redação: Corrigida uma gralha por indicação de um leitor


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.