A Bosch continua a crescer em Portugal e formou uma nova equipa de investigação e desenvolvimento para a sua divisão de Ferramentas Elétricas de Ovar, contratando 20 engenheiros. Estes serão responsáveis pela criação de software, hardware e testar as futuras gerações de robots para cortar relva da fabricante, que passarão a trabalhar em parceria com equipas na Alemanha e Reino Unido. Na unidade as tecnologias serão realizadas desde a criação da ideia até ao produto final, com a garantia de que os testes serão realizados nas próprias instalações, em ambiente real.

A fabricante alemã destaca o aumento do número de empregos altamente qualificados nas unidades de Ovar, Aveiro e Braga, prometendo em 2019 a contratação de mais 200 engenheiros empenhados na criação de software, eletrónica, mecânica e outras especialidades tecnológicas. A Bosch refere que a marca tem feito avanços na investigação e desenvolvimento de tecnologias de edifícios, soluções para água quente em casas inteligentes e também mobilidade com automóveis autónomos.

A marca refere que a par da nova aposta na divisão das Ferramentas Elétricas, tem uma equipa a desenvolver software de base, o chamado middleware, que servirá de espinha dorsal de toda a componente tecnológica dos veículos da próxima geração e da condução autónoma. Para além de uma preocupação em disponibilizar software aberto e compatível aos diferentes fornecedores, a fabricante quer garantir total segurança e fiabilidade dos seus produtos. Para tal, a unidade de Braga oferece ao acesso rápido a testes e a protótipos de hardware.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.