A Comissão Europeia fez ontem saber que aprova o negócio entre a Hitachi e a IBM, através do qual a empresa japonesa se propõe a adquirir a problemática unidade de drives de disco rígido da fabricante norte-americana por 2,05 mil milhões de dólares (2,19 mil milhões de euros).



"A comissão concluiu que a transacção não levanta quaisquer questões de compatibilidade com o mercado europeu comum da UE", indica o executivo europeu. Embora afirme que o acordo trará à Hitachi uma posição de liderança na área das drives de disco rígidos para aplicações móveis, a CE salienta que as outras fabricantes concorrentes não terão grandes problemas em entrar nesse mesmo segmento.



Através do acordo estabelecido, a IBM liberta-se de um segmento de negócio que ultimamente lhe tem dado prejuízo e cria com a Hitachi uma aliança que fará com que a japonesa possa competir pela liderança do sector com a EMC.



A fabricante de produtos de electrónica vai assumir, por agora, 70 por cento da unidade de discos rígidos da IBM e durante os próximos três anos assumirá a total propriedade da mesma (ver Notícias Relacionadas).



De acordo com as empresas envolvidas, a nova joint-venture deverá ter receitas na ordem dos 5 mil milhões de dólares (5,2 mil milhões de euros) no seu próximo exercício fiscal a começar em Abril de 2003, prevendo-se que atinja em 2006 os sete mil milhões de dólares (7,4 mil milhões de euros).



O negócio entre as duas empresas foi anunciado no passado mês de Abril, altura em que foi igualmente mencionado que a IBM irá colaborar com a Hitachi no desenvolvimento de sistemas de armazenamento abertos.



Notícias Relacionadas:

2002-06-05 - Hitachi adquire unidade de discos rígidos da IBM

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.