O diretor executivo da Uber, Travis Kalanick, disse durante a conferência TechCrunch Disrupt que a empresa que lidera está a gerar 50 mil novas oportunidades de trabalho todos os meses. Os valores referem-se ao desempenho da Uber a nível global.



A informação foi mais tarde confirmada por um porta-voz da empresa ao Mashable, que acrescentou ainda que o número de postos de trabalho criados pela Uber está a aumentar. Em maio eram cerca de 20 mil por mês e até ao momento o valor subiu para 50 mil.



A Uber tem apostado numa forte expansão internacional, estando disponível em mais de 150 cidades em todo o mundo. O TeK soube, aquando da análise das aplicações que permitem chamar um táxi, que o serviço UberBlack em Portugal – e que para já está limitado à cidade de Lisboa – tinha cerca de oito carros em serviço, distribuídos por duas empresas.



A publicação norte-americana chama a atenção para o facto de a Uber estar a conseguir “roubar” muitos profissionais da condução ao tradicional segmento dos táxis – assim como outras startups com serviços semelhantes, como a Lyft.



Apesar do volume significativo de novas oportunidades de trabalho geradas pela Uber todos os meses, a divulgação do valor também é feita num momento estratégico – tenta trazer alguma aura positiva àquela que é uma das mais polémicas empresas do momento.



Recentemente a Uber foi proibida de operar em todo o território alemão – é acusada de concorrência desleal. Acusação que a Associação Nacional dos Transportadores Rodoviarios em Automóveis Ligeiros de Portugal (ANTRAL) também faz, mas em território nacional ainda não foi movido nenhum processo contra a empresa norte-americana.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.