A assinatura dos pactos vai ser presidida pelo Ministro da Economia amanhã, 11 de setembro, na Universidade de Aveiro, e destaca 10 novos sectores, depois de março e abril, o Governo ter assinado os primeiros seis Pactos Setoriais de Competitividade e Internacionalização.

O objetivo dos acordos entre o Ministério da Economia e as empresas é incentivar o desenvolvimento de uma economia circular e uma eficaz transição energética e ecológica e, ainda, a melhoria da envolvente regulamentar e legal das empresas.

Estes pactos materializam um conjunto de novas iniciativas nos vários domínios da economia, e somam-se à Indústria 4.0, a capacitação de recursos humanos, consolidação dos fatores de atratividade externa do país, na internacionalização e a promoção da I&D.

Há um cluster de smart cities em desenvolvimento em Portugal mas precisa de financiamento
Há um cluster de smart cities em desenvolvimento em Portugal mas precisa de financiamento
Ver artigo

Os novos sectores que vão beneficiar dos novos pactos são 10 Clusters reconhecidos pelo IAPMEI em 2017, no âmbito do Programa Interface:  AED Cluster; Plataforma Ferroviária Portuguesa; Cluster de Competitividade da Petroquímica, Química Industrial e Refinação; Cluster do Calçado e da Moda; Cluster do Mar Português; Cluster Portugal Mineral Resources; Cluster Habitat Sustentável; Smart Cities Portugal Cluster; Cluster Têxtil: Tecnologia e Moda e TICE.PT.

Segundo os dados partilhados, estes sectores asseguram mais de 576 mil empregos e ultrapassam os 60 mil milhões de euros em volume de negócios.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.