O Conselho de Administração da operadora brasileira Oi já comunicou ao regulador português a aprovação da venda da PT Portugal à Altice. A proposta de 7,4 mil milhões de euros é a que consta no documento oficial, mas como relembra a Oi, “ o preço a ser pago pela Altice sofrerá ajustes usualmente adotados em operações similares, de acordo com a posição de caixa da PT Portugal no fechamento da operação”.



Resta agora a aprovação da assembleia geral de acionistas da PT SGPS, um encontro que será “convocado oportunamente”, lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.



A operadora brasileira vai ainda proceder a uma “reorganizaão societária” para definir melhor a estratégia a seguir pelos negócios da PT Portugal que não serão alienados com o negócio, caso dos investimentos na Africatel e na Timor Telecom.



Em jeito de justificação pela decisão tomada, a Oi diz que a aprovação da operação teve como objetivo o reforço da sua “capacidade financeira de forma a manter o seu propósito de protagonizar o movimento de consolidação no mercado de telecomunicações no Brasil”.



Mesmo que também os principais acionistas portugueses digam sim à operação, o negócio estará sempre sujeito à aprovação junto das autoridades da concorrência e regulatórias na área de comunicação de cada país.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.