A editora britânica Codemasters, especialista em jogos de condução, reforçou o seu portfólio com uma aquisição de luxo. Nada mais que a Slightly Mad Studios, a produtora de Ian Bell, uma das especialistas em simuladores de condução, conhecida sobretudo pela série Project Cars. O negócio de aquisição reforça o catálogo da Codemasters, onde constam as séries Fórmula 1, com a licença oficial da FIA, o rally de DiRT e o arcade baseado em touring car, GRID.

Segundo o Games Industry Biz, o negócio foi fechado por 30 milhões de dólares à cabeça (25 milhões em dinheiro e o restante em ações), mas nos próximos três anos os responsáveis pelo estúdio poderão amealhar ainda mais se forem bem-sucedidos.

Segundo o CEO da Codemasters, Frank Sagnier, “a aquisição da Slighlty Mad Studios reforçará a empresa como líder global em jogos de condução. O estúdio foca-se em experiências AAA de grande qualidade e paixão”. Foi ainda referido que os 150 trabalhadores da empresa migraram no negócio e Ian Bell continua à frente do estúdio.

A empresa foi adquirida numa altura em que tem em produção três projetos, e supostamente uma consola. Os jogos em questão é a adaptação da sua série de condução aos smartphones, chamado Project Cars GO, um misterioso título baseado “num grande blockbuster de Hollywood”, que muitos especulam ser a adaptação de Fast and Furious a videojogo. Por fim, o terceiro jogo é um novo IP do próprio estúdio.

Relativamente à consola em produção, a Mad Box, esta foi revelada no início de 2019, e prometia imagens 4K, suporte a realidade virtual a 60 FPS e um motor completo e gratuito para o desenvolvimento de jogos para o sistema. O plano era desenvolver a consola em três anos, mas no negócio não ficou claro se esta iria continuar a ser desenvolvida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.