Em resultado desta parceria público-privada, os seus promotores pretendem conseguir reservar até 30% do mercado mundial de dados para os fornecedores europeus e criar cerca de 100.000 novos empregos na Europa, relacionados com o sector, até 2020.

Esperam igualmente uma diminuição do consumo de energia de 10 %, melhores resultados nos cuidados de saúde e máquinas industriais mais produtivas, referem num comunicado oficial que dá conta da iniciativa.

As entidades privadas que assinaram o acordo são a ATOS, a Nokia Solutions and Networks, a Orange, a SAP e a Siemens, a par do centro de investigação Fraunhofer e do Centro Alemão de Investigação da Inteligência Artificial, todos representados pela associação Big Data Value.

A iniciativa, que deverá avançar com as suas atividades a partir de 1 de janeiro de 2015, é um dos primeiros resultados da nova política e do novo plano de ação da Comissão Europeia para acelerar o desenvolvimento da economia dos dados na Europa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.