A Comissão Europeia aprovou o alargamento do plano estratégico e-Commission para o período de 2006 a 2010, renovando o seu compromisso para um uso óptimo das Tecnologias da Informação na sua própria administração, com o objectivo de melhorar o seu desempenho e a transparência dos serviços prestados.



Enquanto promove o uso das TIC em toda a sociedade através do i-2010, com o e-Commission o executivo europeu quer dar o exemplo aplicando à sua própria administração a política europeia para a área do eGovernment. Com o eCommission "[a CE] pretende em particular oferecer melhores serviços, de forma mais transparente e segura aos seus funcionários, administrações locais, empresas e cidadãos", diz um comunicado.



A implementação desde conjunto de normas requer um apoio político claro e forte, segundo defendeu Siim Kallas, vice-presidente da Comissão, durante a conferência ministerial sobre governo electrónico, em Manchester, “Transforming public services in Europe”.



Siim Kallas comprometeu-se a avaliar o processo de implementação da estratégia 2006-2010 na Comissão e a promover iniciativas de formação interna acerca das melhores práticas de governo electrónico, em parceria com a comissária para a Sociedade da Informação, Viviane Reding.



No que diz respeito ao processo de decisão interno, a Comissão pretende promover "o modelo de uma entidade paperless, eficiente e segura, onde todos os funcionários possam obter as informações de que necessitam online", diz o comunicado.



Notícias Relacionadas:

2005-07-07 - Opinião pública deve ser uma das principais preocupações do Governo no Cartão Único

2005-02-21 - Comissão Europeia promove programa para serviços de eGovernment

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.