Em comunicado emitido esta segunda-feira, a tecnológica finlandesa refere que a venda de 5,4 mil milhões de euros foi aprovada pelas autoridades reguladoras na Europa e nos Estados Unidos, mas ainda está a ser revista por algumas entidades na Ásia.

A legislação de alguns países na Ásia exige aprovações regulatórias a nível nacional para transações que possam afetar as empresas locais. Especula-se que neste caso a Nokia possa ter de fazer mais cedências do que as inicialmente propostas.

Anunciado em setembro, o negócio que passa para as mãos da Microsoft as atividades da Nokia na área dos telemóveis recebeu luz verde dos reguladores europeus no final de 2013, que não encontraram impactos relevantes para a concorrência.

Uns dias antes, a transação tinha recebido a aprovação do regulador norte-americano, numa altura em que o sim dos acionistas da Nokia também já estava consumado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.