Começa a funcionar esta quinta-feira, à noite, aquela que se apresenta como a primeira plataforma de financiamento cooperativo de Portugal. Chama-se Massivemov e assenta no conceito de crowdfunding, propondo-se ajudar na criação de novas empresas, na revitalização de antigos projectos ou mesmo na concretização de objectivos pessoais.

O novo serviço funcionará como uma nova ferramenta de angariação de capital para os empreendedores nacionais, utilizando os recursos das redes sociais. O objectivo é obter pequenas contribuições, mas de um número elevado de internautas, de forma a conseguir o financiamento necessário para arrancar com o projecto em causa.

O Massivemov arranca com três projectos prontos a serem apoiados pelos internautas, o "Project in Douro", um espaço de produção própria de cerâmica que terá o Douro vinhateiro como moldura; o "Cenas Cruzadas", na área da "dança e movimento como forma de terapia para o caos urbano"; e o "Mo.Ca - Mobiliário em Cartão", que visa a criação de uma linha de produção de mobiliário original aproveitando os desperdícios de cartão.

À aprovação do Massivemov pode ser submetido qualquer projecto, de qualquer área, desde que respeite os princípios fundamentais do site: "fomentar o empreendedorismo e trazer valor para o empreendedor, para quem vai apoiar e para a sociedade em geral".

Para a apresentação de um projecto, além da definição do valor e do prazo, o empreendedor terá que responder a algumas questões fundamentais e estruturar a sua ideia, mostrando de forma clara e objectiva de que forma vai utilizar o valor do apoio e executar o projecto.
Gabriela Marques e João Marques, promotores do serviço, dizem que o Massivemov não avaliará qualidades artísticas nem modelos de negócio, mas sim a forma como está apresentado o projecto, para que exista uma probabilidade de sucesso elevada. "Queremos que todos os projectos inseridos na nossa plataforma sejam bem sucedidos", referem.

Após validação por parte da equipa do portal, o projecto é publicado online e, a partir desse momento, convém que o empreendedor divulgue a sua ideia junto do maior número possível de contactos, recorrendo às redes sociais, ao email e a outras formas de comunicação de que disponha.

Para quem estiver interessado em investir nestes projectos, o pagamento é feito através do sistema Paypal e a contribuição mais baixa é normalmente de cinco euros, embora possam ser estabelecidos limites mais elevados. Os internautas que decidirem apoiar os "negócios" divulgados no Massivemov têm acesso a várias informações, nomeadamente, o número de dias que têm para ajudar a ideia, qual o valor que está a ser solicitado para a sua concretização e quais os níveis de financiamento disponíveis.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.