O responsável substitui Pedro Morais Leitão no cargo, no arranque de uma nova fase da vida da empresa de telecomunicações. A Oni estava nas mãos dos dois fundos de investimento: The Riversidade Company e Gestmin, há vários meses vendedoras das respetivas posições.



A Altice adquiriu a operadora, num negócio que ficou concluído no passado mês de agosto, com a aprovação da Autoridade da Concorrência, e que terá custado à empresa francesa entre 80 a 90 milhões de euros, de acordo com informação não oficial. As duas empresas não chegaram a revelar o valor da operação.



A nova dona da Oni escolhe Alexandre Filipe da Fonseca para assumir a liderança da companhia. O gestor vem da Cabovisão, mas também já tinha passado por empresas na área da consultoria e das tecnologias da Informação, como a Coopers & Lybrant, a PricewaterhouseCoopers e a IBM.



"É um desafio estimulante implementar o plano de reestruturação e crescimento que o grupo Altice ambiciona para a ONI, o qual será divulgado muito em breve", defende o responsável, citado numa nota de imprensa.



Recorde-se que a Altice comprou a Cabovisão ao grupo canadiano que detinha a empresa no ano passado, num negócio que terá ascendido aos 45 milhões de euros.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.