A Cyanogen, startup que é responsável pelo sistema operativo Cyanogenmod, tem como objetivo ser o terceiro ecossistema mais popular do mundo, atrás do Android e do iOS. A curiosidade do caso está no facto de o Cyanogemod ser também Android, mas com uma maior abertura e também uma maior “limpeza”.



De acordo com o The Information, o vice-presidente da Google responsável pelo sistema operativo móvel, Sundar Pichai, encontrou-se com o responsável pela Cyanogen e terá feito uma oferta pela empresa. Oferta essa que foi prontamente recusada.



O diretor executivo da startup Cyanogen, Kirt McMaster, prefere fazer uma nova ronda de investimentos onde espera conseguir valorizar a sua empresa para os mil milhões de dólares. Mesmo sem apresentar receitas que o justifiquem.



Um dos truques que a Cyanogen parece ter na manga é a parceria com a fabricante Micromax para a produção de telemóveis com o sistema operativo alternativo de origem. A OnePlus já tinha feito isso com o One, tal como a chinesa Oppo.



Este grupo de marcas, cada vez mais procurado sobretudo em mercados emergentes, está a dar ao Cyanogenmod a oportunidade de crescer a um ritmo cada vez mais forte.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.