(atualizado)

Esta semana foi pautada pela maior fusão alguma vez realizada no mercado da tecnologia. Num negócio que ascendeu aos 67 mil milhões de dólares, a Dell e a EMC juntaram-se para formar uma nova entidade: a Dell Technologies.

De acordo com fontes não identificadas da Bloomberg, a nova empresa, que conta com cerca de 140.000 funcionários em 180 países, está a planear eliminar até 3.000 postos de trabalho. As informações, não confirmadas, sugerem que a Dell Technologies pretende reduzir as despesas em cerca de 1,7 mil milhões de dólares.

O site indica que a maior parte dos despedimentos vão afetar os funcionários da empresa nos Estados Unidos e as áreas do fornecimento, marketing e administração.

Um porta-voz da Dell disse ao TeK que a empresa não faz comentários sobre especulações, mas afirmou que os despedimentos são algo que ocorre sempre que existe sobreposição de funções, o que é bastante comum em fusões de grande magnitude, como o negócio Dell-EMC.

Quando duas empresas se fundem, quando um segmento de negócio é abandonado ou quando as despesas superam os lucros, os cortes na força laboral são, frequentemente, a solução adotada para mitigar quaisquer complicações.

 

Nota de redação: notícia atualizada com comentário da Dell.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.