As passas que Elon Musk deu num charro durante uma entrevista rádio, transmitida em direto online, parecem ter tido consequências além das que poderiam ser mais óbvias. Nomeadamente ter alarmado os responsáveis da NASA, que decidiram lançar uma auditoria às condições laborais das suas duas fornecedoras de tecnologia espacial SpaceX e Boeing.

Escreve o Washington Post que o comportamento de Elon Musk ao fumar marijuana durante o podcast – enquanto falava acerca dos planos de construção de um avião elétrico – terá levado a NASA a iniciar uma investigação exaustiva relativamente ao ambiente de trabalho nas duas empresas privadas.

O processo, que deverá durar meses, vai envolver centenas de entrevistas com o objetivo de avaliar a cultura laboral e “tudo e qualquer coisa que possa ter impacto na segurança”, numa altura em que as duas empresas se preparam para levar humanos ao espaço pela primeira vez.

Embora os responsáveis da NASA não tenham afirmado diretamente que foi o comportamento do “patrão” da SpaceX que desencadeou a investigação, referiram que o processo pretende assegurar que as empresas cumprem os requisitos exigidos pela agência espacial de segurança no trabalho, “incluindo a adoção de um ambiente sem drogas”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.