Ainda assim, as empresas portuguesas estão "cada vez mais confiantes relativamente às suas próprias perspetivas, embora continuem pessimistas quanto à economia nacional, europeia e mundial", revelam as conclusões de um estudo patrocinado pela Sage.



Pela primeira vez nos quatro anos em que o estudo se realiza, a confiança das empresas no crescimento do volume de negócios aumentou, uma tendência que a pesquisa apurou a nível mundial e que também tem reflexos em Portugal, mas em menor escala.



As expectativas de crescimento das empresas portuguesas para os próximos 12 meses ficam abaixo das registadas na maioria dos países, embora as organizações nacionais revelem melhores índices de confiança em relação à sua própria performance, mas também em relação ao percurso da economia portuguesa.



No entanto, a nível mundial uma média de 58% das empresas acredita que o seu volume de negócios vai crescer nos próximos 12 meses. Em Portugal só 42% das organizações partilham da mesma opinião. Em média, os resultados para Portugal apontam mesmo para um decréscimo do volume de negócios no próximo ano na ordem dos 0,6%.



Os resultados constam do estudo Sage Business Index, para o qual foram inquiridas 14.000 pequenas e médias empresas em 18 países. A pesquisa realizou-se entre julho e agosto.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.