Em comunicado publicado hoje no seu site, a Ericsson anunciou a reorganização da empresa em três áreas de negócio e a contratação de 500 novos engenheiros que irão colaborar com a fabricante nos processos de investigação, principalmente na área dedicada à nova geração de redes IP e tecnologias multimédia.



Com a reestruturação a empresa serão criadas as áreas Networks, Global Services e Multimédia onde passam a concentrar-se todas as actividades desenvolvidas.



A primeira terá perto de 21,5 mil funcionários. Será presidida por Kurt Jofs, vice presidente da actual unidade Access e irá incluir as áreas de redes de acesso fixo, acesso móvel, core e de transmissão, assim como as redes da nova geração de IP.
A antiga unidade de sistemas, acessos e redes de banda larga será integrada nesta nova área assim como as divisões Ericsson Power Modules e Ericsson Cables.



A divisão de Global Services não sofrerá alterações e continuará a ser presidida por Hans Vestberg.



A unidade de Multimédia ainda não tem um responsável mas sabe-se que irá contar com 4 mil funcionários integrar as áreas de Business Unit Systems, Business Units Enterprise, Ericsson Mobile Platforms, Ericsson Consumer e Enterprise Lab.



A nova organização entra em funcionamento a 1 de Janeiro do próximo ano.
Carl-Henric Svanberg, CEO da Ericsson afirma que a empresa "está mais forte que nunca" sendo esta a "altura certa para aumentar o desenvolvimento dos negócios".

Notícias Relacionadas:

2006-08-13 - Ericsson processa Samsung por violação de patentes

2004-11-05 - Ericsson experimenta tecnologia de comunicação de maior velocidade no 3G

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.