Depois do isolamento e das medidas de contenção impostas pelos governos mundiais, as empresas e trabalhadores começam a preparar-se para regressar ao “mundo do trabalho” depois da pandemia. Para ajudar o sector dos serviços de recursos humanos a recuperar, as empresas líderes do mercado formaram a aliança Safely Back to Work, que incluem a Adecco, a Randstad e a Manpower Group, abrangendo 25 países e organizações mundiais ligadas ao mundo do trabalho e economia.

O objetivo é criar um diretório de medidas essenciais de saúde e segurança para um regresso mais seguro aos locais de trabalho. Para além do distanciamento físico e outras medidas estritas, há processos e protocolos que as empresas devem estabelecer para apoiar os funcionários e empregadores, mediante os diferentes sectores. Estas devem ainda garantir a recuperação da confiança, mas também a instrução da corresponsabilidade no cumprimento das medidas.

A Aliança fez uma primeira análise dos vários mercados e indústrias, resultando num guia prático sobre protocolos de saúde e segurança. Entre as medidas, está o incentivo ao trabalho remoto, suportado por comunicação virtual. Para tal, as empresas devem selecionar os canais e ferramentas mais apropriadas para comunicar, incluindo informações relacionadas com a saúde, regras de higiene, assim como formação online sobre a segurança do trabalhador.

Nas empresas, devem ser fornecidas quantidades suficientes de equipamento de proteção individual e produtos sanitários apropriados. Devem ser incentivadas pausas para lavar as mãos, assim como organizar períodos fora das instalações para apanhar ar fresco. De forma a transparecer o distanciamento físico, em conformidade com os requisitos da DGS, devem ser colocados sinaléticas em pisos, paredes e áreas de trabalho.

De forma a reduzir o perigo de eventuais infeções, devem ser implementadas barreiras físicas transparentes e áreas isoladas para separar os trabalhadores entre si, e quando aplicável, os clientes. Os pontos de contacto, tais como corrimões, maçanetas, botões de elevadores, torneiras, portas e janelas, devem ser limpos, de forma sistemática e agendada, que seja visível para os funcionários.

Relativamente à monitorização, testes e vigilância da saúde dos trabalhadores, e respetivos relatórios, devem obedecer às regras do local de trabalho e privacidade segundo as medidas do Governo e requisitos da DGS. Caso seja necessário realizar viagens e logística, as empresas devem planear com base de acordos de trabalho alternativos e definir formas de transporte que sejam aceitáveis para os funcionários. Deve ser garantido o transporte local para, do e durante o trabalho.

As organizações devem manter uma abordagem multidisciplinar da equipa para garantir a continuidade dos negócios. E devem atualizar os seus planos de contingência para o funcionamento seguro e eficiente do local de trabalho, à medida que a ameaça da COVID-19 evolui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.