A proposta está a ser trabalhada desde o último trimestre do ano passado, mas uma opinião de um especialista legal num blog chamou a atenção para a questão e para as consequências que a proposta pode ter para várias empresas, incluído para as norte-americanas.



A lei pretende impedir os departamentos de justiça e do comércio e a NASA de comprarem tecnologia sem uma autorização federal prévia. A ideia é criar um mecanismo que garanta a existência de uma avaliação formal ao risco de ciberespionagem associado às compras de equipamentos.



Esta avaliação deve ter em conta "qualquer risco associado à produção, fabrico ou montagem" por alguma entidade chinesa ou gerida no ou pelo país. Além das empresas chinesas, em sentido lato, esta lei pode visar muitas empresas ocidentais, nomeadamente empresas europeias que fabriquem equipamentos na China.



Stewart Baker, o advogado que trouxe a questão a lume, defende que a medida pode ser um duro golpe para fabricantes como a Lenovo, bem como para alguns fabricantes norte-americanos, acredita o homem que também já foi secretário adjunto do departamento de segurança nacional.



Um assessor do congresso já veio no entanto garantir que a medida não pretende prejudicar empresas norte-americanas ou europeias com operações na China. "Está enfocada em entidades dirigidas por Pequim", alega o responsável.



Um estudo do serviço de pesquisa do Congresso de maio de 2012 apurou que os Estados Unidos importam qualquer coisa como 129 mil milhões de dólares da China em produtos de alta tecnologia.



Uma investigação realizada no ano passado pelo congresso já tinha concluído que empresas chinesas como a Huawei ou a ZTE mantinham forte ligação com o governo chinês, apontando indícios de que a tecnologia das empresas poderia recolher dados que seriam usados pelos serviços de espionagem daquele país asiático. Em conclusão, o relatório aconselhou as empresas norte-americanas a não fazerem negócio com tecnológicas chinesas.



Nota de redação: Foi corrigida uma gralha na designação da Huawei.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.