Ao longo do ano passado, o Facebook facturou 645 milhões de euros. A informação, que não tem confirmação oficial da empresa, aponta para valores acima das previsões do mercado, que posicionavam as vendas para o período entre os 443 e os 565 milhões de euros.



Os dados fornecidos por fontes conhecedoras dos resultados do Facebook, à Reuters, demonstram o sucesso da estratégia seguida pela empresa, nomeadamente ao nível da publicidade, e o impacto do aumento rápido do número de clientes.



Em pouco tempo o Facebook tornou-se líder entre as redes sociais e hoje acumula cerca de 500 milhões de utilizadores. Aos serviços básicos oferecidos pela plataforma, junta-se uma vasta oferta adicional de "entretenimento" assegurada por uma rede de parceiros.



O exemplo mais mediático e mais expressivo é o Farmville, um dos jogos disponibilizados na plataforma, que se tornou um enorme sucesso e mais um motivo para entrar constantemente no serviço e assegurar que os animais e cultivos têm o devido tratamento.



De acordo com as informações citadas pela Reuters, os lucros da rede social também cresceram de forma exponencial, ultrapassando em vários milhares de dólares o número conseguido no ano anterior.



O Facebook disponibiliza normalmente pouca informação financeira. Em Julho do ano passado um administrador da empresa dizia numa entrevista à Reuters que a empresa estava no bom caminho para atingir uma facturação de 500 milhões de dólares no final do ano.



Dois meses depois a empresa admitiu que tinha atingido free cash flow positivo (capital disponível após cumprimento de todas as obrigações relativas ao desenvolvimento do negócio). Não são conhecidos outros números oficiais da performance financeira da empresa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.