Michael Dell tinha avançado com a proposta de 24 mil milhões de dólares para voltar a tornar privada a empresa, retirando os títulos de bolsa, mas tem duas ofertas concorrentes pela frente na compra da Dell.

Hoje a Dell confirmou ter recebido duas propostas, com valores superiores, uma da Blackstone e outra do magnata Carl Icahn.

O comité especialmente criado no âmbito da comissão de administração da empresa está agora a avaliar as propostas apresentadas, que ainda não são vinculativas, e as negociações vão prosseguir com todas as partes.

A proposta inicial adiantava um valor por ação de 13,65 dólares mas Carl Icahn aumenta o valor para 15 dólares, embora com o objetivo de comprar apenas 58% da empresa. A Blackstone avançou com uma proposta de 14,35 dólares por ação para todos os títulos, embora deixando aos acionistas a possibilidade de manterem a posse das ações.

Para além de apresentarem um valor por ação superior ao proposto por Michael Dell, as duas propostas têm também diretrizes diferentes, pretendendo manter a empresa cotada em bolsa.

A corrida à liderança da Dell pode agora arrastar-se por várias semanas ou mesmo meses, até porque não foi definido um período limite para a apresentação de propostas de compra ou para as negociações.

Vários analistas citados pela Reuters questionam a racionalidade do processo e o efeito que poderá ter no mercado de PCs, numa altura em que a Dell continua a perder quota de mercado e que baixou para 10% das vendas no quarto trimestre de 2012, face a 12,5% registadas no ano anterior.

Recorde nesta montra alguns dos percalços da empresa na última década.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.