Num relatório publicado no passado dia 17 de Abril a Gateway anunciou perdas
de 197,7 milhões de dólares para o primeiro trimestre de 2003, terminado a
31 de Março, comparativamente com o último trimestre do ano de 2002.

Quanto aos resultados brutos, a empresa registou receitas no valor de 844
milhões de dólares, menos 15 por cento do que no último trimestre de 2002 e
menos 20 por cento do que há um ano atrás no mesmo período de tempo. Quanto
à perda líquida por acção, situou-se nos 62 cêntimos de dólar, face a uma perda de 39 cêntimos no ano passado.

A Gateway justifica estes resultados com despesas no valor de 78 milhões de
dólares numa reestruturação que incluiu a dispensa de 1900 trabalhadores e o
fecho de 80 unidades de venda nos Estados Unidos da América. Uma decisão com
a qual a firma espera vir a poupar 400 milhões de dólares durante este ano.

De qualquer forma, nem tudo parecem ser más notícias para a Gateway, uma vez
que o referido relatório adianta que o preço médio de venda de sistemas informáticos cresceu
1,670 dólares, atingindo o seu preço mais alto desde o primeiro trimestre de
2001. A empresa afirma ainda que espera continuar a registar boas vendas de
produtos que oferecem uma maior margem de lucro, incluindo dois novos servidores de gama média,
dois novos servidores montados em forma de rack e novas ofertas de video digital.

A terminar, a Gateway afirma que espera regressar aos lucros no final do
presente ano, estimando encerrar o ano fiscal de 2003 com receitas superiores a mil
milhões de dólares.

Notícias Relacionadas:

2003-03-24 - Gateway aposta no mercado de projectores digitais

2003-03-18 - Gateway encerra 80 lojas e despede 17 por cento da sua força
de trabalho

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.