O anúncio partiu de António Costa, esta quarta- feira, no Fórum Económico Mundial de Davos, na Suíça, numa conferência com o título "Porquê Portugal, porquê agora?", em que também participaram os ministros da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e das Finanças, Mário Centeno.

"Entre muitos investimentos em perspetiva destaco um: Portugal vai em breve acolher um investimento da Google, que arrancará logo com a criação de 500 empregos qualificados, sobretudo na área da engenharia", afirmou o primeiro- ministro, citado pela Lusa.

De acordo com a agência, o centro será instalado no Parque Empresarial Lagoas Park, em Porto Salvo, e será “totalmente dedicado aos fornecedores externos”. António Costa frisou que Portugal apresenta as vantagens competitivas de ser um país com cidadãos que falam bem línguas estrangeiras, que tem boa formação académica no ramo das engenharias e que “investe forte na educação”.

“Estas companhias também sabem que Portugal é uma porta para diferentes continentes”, completou o líder do executivo português no seu discurso.

No Twitter, o gabinete do ministro da Economia tinha afirmado que as negociações começaram em Novembro, durante a Web Summit, quando o presidente do Google para a Europa, Matt Brittin, esteve em Portugal.

tek google

Também Paddy Cosgrave escolheu aquela rede social para falar no rumor de que outras grandes empresas tecnológicas estarão a caminho da capital portuguesa.

tek paddy

A 48ª reunião anual do Fórum Económico Mundial ocorre em Davos-Klosters de 23 a 26 de janeiro e o tema deste ano é "Criar um futuro partilhado num mundo fracturado".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.