Vindas de diversos sectores e com tamanhos variados, as empresas premiadas têm na vontade de fazer diferente e de acrescentar valor, quer seja aos seus clientes ou aos seus acionistas, algo que as une.

Para o diretor geral da HP Portugal, José Correia, os prémios HP Inovação são uma forma de reconhecer os bons profissionais que, ao longo de um ano inteiro, trabalham com a empresa e que “nos dão a sua confiança ao eleger as nossas soluções e os nossos produtos”.

“Não mudar nada é fácil, o difícil é pegarmos em algo novo, fazer algo que não está feito, é o desafiarmo-nos, ir atrás de algo diferente. Hoje em dia, a tecnologia permite estas duas coisas: não fazer nada de novo e adotar a tecnologia que nos é imposta ou mais fácil de incorporar ou sermos mais audazes, percebermos os problemas que temos e fazermos a implementação. O retorno vem sempre deste passo extra que é dado”, explica, em declarações ao SAPO TEK.

Impressão 3D: a HP acredita que a revolução se faz nas empresas
Impressão 3D: a HP acredita que a revolução se faz nas empresas
Ver artigo

Pelo terceiro ano consecutivo, a fabricante premiou nove empresas de diferentes sectores e que se destacaram por ousar pisar caminhos que não eram os inicialmente traçados. Uma escolha que o empresário revelou não ser difícil, contrariamente ao que se pode pensar.

“Temos uma representação a nível nacional muito forte, vendemos os nossos produtos em mais de três mil revendedores, somos a marca que mais computadores e impressoras vende em Portugal, por isso muito daquilo que são os processos de inovação  que se fazem no nosso país, seja na computação pessoal ou na impressão, muitas das vezes acaba por recair naquilo que é a nossa marca”, disse, acrescentando que “aquilo que tentamos sempre ter em linha de conta é, não só a solução que está em causa, mas também o retorno que é trazido para a empresa. Por isso, a escolha dos vencedores não será assim tão difícil porque fazemos um acompanhamento muito próximo destes processos e é isso que acaba por fazer a diferença”, revela.

As distinções promovidas pela HP dividiram-se em várias categorias com os Laboratórios Bial a receberem o  Prémio Inovação no Workplace of the Future, a SIOSLife a ser premiada na categoria Inclusão Social e a TVI a destacar-se com o Prémio Inovação em Realidade Aumentada.

A categoria Inovação em Alta Performance distinguiu três empresas: a Simoldes, no setor dos moldes, a Netprint no setor do retalho e a Broadway Malyan que utiliza a tecnologia HP nos seus projetos de design e arquitetura.

O Sporting Clube de Portugal e o Grupo Pestana distinguiram-se na categoria Prémios Inovação em Processos Internos nos setores do Desporto e do Turismo, respetivamente. Um último prémio foi atribuído à IT Sector, na categoria de Novos Modelos de Tecnologia.

Os Prémios Inovação HP tiveram a sua primeira edição em 2016 e já distinguiram mais de 30 empresas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.