Eric Schmidt pronunciou-se acerca das investidas da Microsoft à Yahoo defendendo a posição tomada pela empresa de Jerry Yang, avança a Associated Press.



O CEO da Google acredita que a independência da Yahoo é positiva para o mercado, já que uma aliança com uma companhia com a dimensão da Microsoft geraria o monopólio de alguns segmentos e prejudicaria o nível de concorrência com os restantes players do sector.



No entender de Eric Schmidt, ao manter-se autónoma, a Yahoo evita que seja criado um grande grupo que possa levar à destabilização do mercado e permitirá "mais concorrência nas pesquisas online e noutros mercados publicitários onde é líder".



O interesse da Microsoft pela Yahoo dura desde o início deste ano, altura em que a empresa comandada por Steve Ballmer ofereceu 47,5 mil milhões de euros pela totalidade da Yahoo.



A proposta foi rejeitada mas nem assim o "namoro" terminou e, esta semana, a Microsoft voltou a tentar uma nova aproximação embora, desta vez, a fabricante tenha especificado que só avança com a proposta caso a equipa executiva da Yahoo seja dispensada.



Notícias Relacionadas:

2008-07-07 - Microsoft pode lançar nova OPA à Yahoo

2008-07-02 - Microsoft quer parceiros na luta pela Yahoo

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.