A Inosat acaba de comunicar que comprou 51% de uma empresa no Chile, a InoGPS, que já era sua parceira na distribuição de produtos naquele país da América do Sul.

O objetivo agora é reforçar a presença das soluções de localização e gestão de frotas no Chile, chegando no final de 2013 às 5 mil unidades instaladas, mas a empresa pretende ainda usar a InoGPS como base de negócios para outros países vizinhos.

A Inosat já tinha estabelecido uma presença operacional no Chile há ano e meio, completando o pólo operacional que a tecnológica portuguesa já mantinha no Brasil e que serve também como dinamizador da estratégia para a América Latina.

"O Brasil e o Chile que são mercados de elevada dimensão e grande crescimento, muito desenvolvidos na área da localização e segurança mas com manifestas carências no que se refere à oferta de soluções de gestão da frota fiáveis. O know-how adquirido nestes dois países será estratégico numa abordagem global à América Latina, zona que foi eleita como prioritária na nossa estratégia de internacionalização", refere Jorge Carrilho, CEO e co-fundador da Inosat, em comunicado à imprensa.

A estratégia da Inosat está muito focada na internacionalização, sendo suportada no "crescimento contínuo e sustentado no mercado português", garante a empresa.

Ainda recentemente a tecnológica tinha comunicado a sua entrada no mercado da Ucrânia, somando assim 16 países onde assegurava presença.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.