O negócio que coloca na posse do Facebook 100% do capital do Instagram está concluído. O anúncio foi feito pela rede social de fotografias, no seu site, onde volta a referir a satisfação por integrar o projecto liderado por Mark Zuckerberg, como já tinha feito quando se soube da intenção de compra.



Os números em torno do negócio têm vários zeros e demonstram bem as expectativas do Facebook em relação à integração na sua rede social de uma ferramenta como o Instagram. A compra custou 715.000.000 de dólares (inicialmente falou-se em mil milhões, mas o valor foi revisto); o Instagram já reúne 5.000.000.000 de fotografias.



A intenção de compra do Instagram pelo Facebook foi conhecida em abril, mas só agora a operação ficou completa, concluídos todos os passos necessários ao negócio e recebidas as aprovações legais necessárias.

Pela dimensão o negócio teve também de ficar sujeito a aprovação regulatória, que analisou possíveis impactos para a concorrência e que em agosto já tinha dado luz verde à operação.



No site do Instagram também se clarifica que o serviço manterá as características e a disponibilidade para todos os utilizadores. As funcionalidades atuais continuarão disponíveis e o acesso às aplicações móveis aberto e acessível sem restrições.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.