O Conselho de Ministros aprovou hoje a nova orgânica do Instituto de Informática, I.P., que passa agora a designar-se por II, I.P e a ter tutela de vários ministérios, de forma transversal.

Esta aprovação surge no âmbito do plano do Governo que prevê uma redução de 558 milhões de euros anuais nas compras e gastos do Estado com Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), para o qual foi aprovada, na reunião de Conselho de Ministros da semana passada, uma nova Comissão de Execução.

Anteriormente tutelado pelo Ministério das Finanças, o Instituto de Informática passa a ter superintendência e tutela “exercidas em conjunto pelos membros do Governo responsáveis pelas áreas da solidariedade, segurança social, da economia e do emprego e, em matérias relacionadas com a coleta de contribuições, das finanças” refere o comunicado da Presidência do Conselho de Ministros.

Com esta decisão, o Plano Global Estratégico de Racionalização e Redução de Custos nas Tecnologias de Informação e Comunicação, aprovado em Março deste ano, ganha mais uma medida, no sentido de alcançar as metas do Governo neste domínio.

O objetivo é o de reduzir custos com as TIC, mas também implementar soluções de TI comuns a vários setores da Administração Pública, usando essas mesmas tecnologias para potenciar a modernização administrativa.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.