A Intel acaba de anunciar a compra da fabricante canadiana de chips de rede West Bay Semiconductor. Com este negócio, cujos valores envolvidos não foram revelados, a Intel espera revitalizar as vendas de componentes electrónicos numa época em que a procura de computadores pessoais se tem revelado baixa.



A West Bay produz chips de rede de alta-velocidade e alta-densidade que permitem o transmissão de dados e voz através de ligações rápidas de fibra óptica. A Intel pretende integrar esta tecnologia em futuros produtos, ganhando em eficiência a nível da arquitectura e design destes equipamentos e combinando-a com o seu processo de fabrico de 90 nanometros. Desta forma, a Intel espera reduzir de forma substancial o custo, o consumo de energia e a complexidade dos equipamentos de transmissão óptica que usam estes chips.



Como parte deste acordo, a maioria dos trabalhadores da West Bay Semiconductor vai agora integrar os quadros do Optical Products Group (OPG). O OPG faz parte do Intel Communications Group, unidade responsável pelo desenho e manufactura de componentes opto-electrónicos de alta-performance e baixo-custo e de subsistemas ópticos.



Esta aquisição da Intel insere-se numa estratégia iniciada há cinco anos pela empresa que passa pela compra de firmas fabricantes de networking chips, num investimento que já se cifra em milhares de milhões de dólares.



Notícias Relacionadas:

2002-08-14 - Intel divulga novo processo de fabrico de chips de 90 nanometros
2001-02-26 - Intel compra VxTel por 550 milhões de dólares

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.