A crise económica levou a Intel a anunciar o possível congelamento dos salários dos seus directores ainda este ano. A medida teria efeito sobre o saldo fixo e não sobre outras compensações, como incentivos, explica a fabricante.

Segundo informa a Reuters, a empresa está ainda a pedir aos seus accionistas que substituam as opções de acções sem valor concedidas a funcionários. O plano é alterar as opções em que o preço de exercício supera a cotação actual por novas opções com preço de exercício reduzido.

A Intel revela que 87 por cento dos seus 84 mil funcionários detêm opções de acções, e que em 99 por cento dos casos o seu preço de exercício supera a cotação actual.

O plano passa portanto pela substituição das opções com preço de exercício superior ao pico das últimas 52 semanas por um número menor de novas opções com valor equivalente, escreve a Reuters com base em informações da fabricante.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.