A aposta de vários fabricantes em veículos elétricos não passa despercebida ao consumidor, mas nem sempre os carros elétricos recebem as melhores críticas no que toca ao prazer de condução ou à aparência e isso pode ajudar a explicar os resultados de uma pesquisa recente.



Um estudo publicado pela Continental, realizado em parceria com o centro de pesquisa INFAS, demonstra que o número de pessoas que consideram a aquisição de um transporte deste tipo nos próximos 10 anos tem vindo a diminuir.



Na faixa etária dos 31 aos 59 anos, apenas 35% das pessoas responderam afirmativamente à pergunta, um número inferior aos 45% verificados no estudo de 2011. Entre os 16 e os 30 anos só 34% dos inquiridos admitem vir a comprar um carro elétrico, em comparação com os 46% de 2011. Na faixa etária acima dos 65 anos, 40% demonstram a mesma intenção.



O estudo mostra ainda que o número de condutores jovens que só optaria por veículo elétrico se os veículos com motor de combustão deixassem de estar disponíveis passou de 0 para 20%.



As principais razões para estes valores poderão estar naquele que é considerado um dos grandes argumentos na escolha por um carro: a sensação de o conduzir. Se 72% das pessoas considera o veículo elétrico amigo do ambiente, apenas 26% o elegem pelo prazer de condução, 23% porque aprecia o caráter desportivo na experiência de condução. As linhas de construção dos veículos elétricos, por outro lado, não atraem mais do que 26% dos inquiridos.



José Avila, membro do Conselho de Administração da Continental e diretor do Departamento de Componentes, admite que "o carro totalmente elétrico está atualmente a enfrentar problemas de imagem". A solução, diz Avilez, poderá passar pelos híbridos, que permitem experimentar a componente elétrica, sem ter de abandonar em definitivo um carro "tradicional".



O estudo teve a participação de 1.800 condutores e não condutores da Alemanha e 2.300 dos Estados Unidos, para além de 400 proprietários de automóveis em França, Japão e China, a que se juntaram entrevistas a peritos do setor automóvel.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.