No mesmo dia em que comemora o Dia do Estudante o Conselho de Ministros tem hoje uma agenda dedicada à Educação, a Ciência e o Ensino Superior, e as medidas de integração de investigadores doutorados e o reforço do emprego na área científica estão entre as prioridades assumidas por Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

A substituição das bolsas de pós-doutoramento por contratos de investigadores vai ser gradual, como adiantou o ministro à TSF, mas este é um objetivo do executivo, correspondendo a uma meta antiga dos investigadores, que defendiam um vínculo à semelhança do que existe noutros países.

Entre os propósitos do governo está ainda a redução das restrições de contratação de pessoal pelas universidades e politécnicos, com o rejuvenescimento do quadro docente. 

O Orçamento de Estado para este ano, já aprovado pelos deputados, prevê a autorização de contratação de docentes e investigadores desde que isso não implique om aumento do valor total das remunerações em comparação com o maior valor anual dos últimos três anos.

Está ainda previsto um programa de programa de valorização dos institutos politécnicos, para melhorar a relação dos institutos politécnicos com as empresas e para dar maior centralidade a instituições fora de Lisboa, Porto ou Coimbra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.