A Microsoft Portugal organizou um evento para discutir o futuro do posto de trabalho e o impacto que as novas tecnologias estão a ter nas empresas. Como será o trabalho do futuro? Como posso digitalizar a minha empresa? Como gerir estes impactos com as expectativas e hábitos de cada funcionário?

Estas e mais perguntas foram sendo respondidas ao longo de várias sessões no evento, que contou ainda com um painel de discussão ocupado por três empresas parceiras da Microsoft em processos de digitalização: CTT, EDP e ANA Aeroportos.

Para os que não puderam marcar presença, ficam aqui dez aspectos a ter em consideração sobre o trabalho e a empresa do futuro e que contam com ideias partilhadas pelo diretor-geral da Microsoft, João Couto, pelo analista Gabriel Coimbra, da IDC, e pela responsável de recursos humanos da Microsoft, Dalia Turner.

Do debate ficaram ainda algumas considerações. A empresa como espaço físico dos trabalhadores não vai desaparecer, mesmo numa altura em que há uma maior flexibilidade relativamente ao posto de trabalho. Os especialistas consideram que é necessário um 'quartel-general' onde os trabalhadores possam encontrar-se.

E à medida que as novas tecnologias vão sendo aplicadas ao posto de trabalho e as empresas digitalizadas, então os colabores começam a ganhar mais tempo, tornam-se mais produtivos e o típico horário 'das 9 às 5' pode ter os dias contados.

Rui da Rocha Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.